O QUE É SER DE DIREITA?

Rio de Janeiro, 05 de julho de 2024

RELATIVISMO – O relativismo é uma corrente filosófica que afirma que as verdades e valores morais são relativos aos contextos históricos, culturais e sociais em que são produzidos. Em outras palavras, não existe uma verdade ou valor moral absoluto e universal.2 de jun. de 2023

PRAGMATISMO – Ser pragmático é ser prático, é ter objetivos definidos, é fugir do improviso. O pragmático se baseia na lógica, no conceito de que as ideias e atos só são verdadeiros se servirem para a solução imediata de seus problemas. O pragmatismo é uma doutrina filosófica que se baseia, na verdade, no valor prático.

CAPITALISMO – O capitalismo é um sistema econômico que visa ao lucro e à acumulação das riquezas e está baseado na propriedade privada dos meios de produção. Os meios de produção podem ser máquinas, terras ou instalações industriais, por exemplo, e eles têm a função de gerar renda por meio do trabalho. Engana-se redondamente, quem pensa que um trabalhador não é um capitalista. Pois ele vende o seu trabalho, portanto um comerciante de sua mão de obra, e se competente for, se sobreporá ao preguiçoso, o que na maioria das vezes acontece. O êxito de um operário ou de um empresário incomoda a esquerda irracional.

A direita se distancia da misericórdia estatal, para se orientar em três pilares; RELATIVISMO X PRAGMATISMO X CAPITALISMO. O Relativismo, com o princípio de não ter a verdade, completa-se com o pragmatismo na identificação e solução dos problemas cotidianos com a frieza da realidade dos fatos. Isto posto, só resta o trabalho como fonte de prosperidade pessoal e capital.

ESQUERDA – Equivocada em ideologia importada; Comunismo, trabalhismo, sindicalismo, teocracia e o terrorismo, estas, não tiveram sucesso em lugar nenhum do mundo. No Brasil, sem cultura tanto sindical e sem a participação empresarial ativa. Os partidos políticos brincam com a verdade, através de entulhos judiciais para se manter no poder de forma trágica para o povo

Com uma militância ignorante e irresponsável, repete uma narrativa para desqualificar a prosperidade popular, a partir da má formação instrucional e profissional, para o trabalho. Certo então de sua incapacidade profissional, abriga-se no serviço público ou nos programas governamentais a espera de suas aposentadorias sem se preocupar com a qualidade da entrega do seu serviço.

CENTRO – O centro, sem honra, estará sempre a serviço do poder governamental, não importando a ideologia e os seus partidos políticos, uma vez que, seus dirigentes se mantem no poder a partir de coligações e federalizações de clara manipulação, e praticando acobertado pela lei, a pratica de estelionato eleitoral.

O PCP – PARTIDO CAPITALISTA POPULAR – Defende o nacionalismo e o desenvolvimentismo para alcançar mudanças necessárias e urgentes:

  • Implantação de um projeto de nação
  • A formatação constitucional voltada para êxito
  • A reorganização da Republica, dando independência as regiões 
  • Reestruturação do processo eleitoral
  • Reengenharia da receita federal
  • Privatização total das empresas publicas
  • As ações, serão orientadas para a prosperidade do Indivíduo.

Agenor Candido Gomes

Presidente do PCP