Democracia

Dia 03/05/2024, às 14:00, fomos autorizados a funcionar como uma organização política denominada de PARTIDO CAPITALISTA POPULAR – PCP. Apresentamo-nos como um partido de direita, raiz, sem fascismo, não aceitamos a coligação e a federalização, como prática nociva de estelionato eleitoral, que anula de forma inconsequente os objetivos estatutários de qualquer partido, enganando o eleitor.

Os apoiadores do PCP, subscritores a ata de fundação, têm motivo de honra por encontrar neste partido a transparência, liberdade, democracia, nacionalismo e o relativismo, que, de forma clara, defende a discussão pública, do dinheiro público e a severa lei.    

E como fervorosos militantes capitalistas, não abrimos mão da implantação da DEMOCRACIA, que de direito e de fato, que não existe nesta República.

Jamais conseguir-se-á, governar uma nação continental sem um “plano de estado”, dentro deste aspecto, o PCP também se adiantou e apresenta o seu projeto de nação inovador denominado de “BRAZIL FORMATADO”.

Assistimos pacificamente os arbítrios equivocados, a partir da leitura de nossa constituição cidadã, interpretada pelos seus guardiões. A República não se curvara a malfeitores, que, de forma irresponsável, comandam ou comandaram esta Nação, deixando, estados e municípios à própria sorte, arremetendo o pacto Federativo ao lixo, sem uma única voz a se levantar em favor da pátria ou o estado onde nasceu e o representa infelizmente.

Parte dos “dirigentes” atuais estão comprometidos com o narcotráfico e o terrorismo no mínimo mental e religioso. O estado, perdeu a sua capacidade de governar, submetendo-se apenas a reagir, sobre a pressão de parlamentares indignos.

Recentemente, foi indicado para o STJ um ministro, que publicamente lhe foi confiada a missão de implantar o comunismo no Brasil, certamente determinado de um corrupto para outro, pois não existe na prática em nenhum lugar do mundo, o comunismo em sua essência, talvez por má fé se referiram a DITADURA, aqui já tentada sem êxito. Jamais conseguirão, pois estaremos liderando o processo de DIREITA a defender: a República, a democracia, a liberdade de expressão em todos os sentidos, a transparência das ações públicas, o direto de opinar, o direito de ir e vir, e fundamentalmente o respeito a individualidade de seus cidadãos expressada no simples SIM OU NÃO, para que estes sejam respeitados como verdadeiros cidadãos sem exceções, único alvo de nossas ações.

Eu, liberto (não lacrado), e presidente deste partido, convido a todos para integrarem a legião de nacionalistas e desenvolvimentistas, que farão a diferença. A república precisa das pessoas dignas e eficientes que apoiam o nacionalismo e a iniciativa privada, sem esquecer de dar a opção da prosperidade aos populares menos favorecidos, não como uma moeda de troca, mas sim pela ação solidária.

O povo está cansado de ser iludido pelas manobras publicas obscuras, e o que nos une, é o combate inconteste, do inimigo comum, que se perpetua representado pela CORRUPÇÃO PUBLICA a dezenas de anos, saltando aos olhos através da falta de segurança, da péssima educação e de uma gestão temerária da saúde pública. 

A Republica faliu, e “o sol a de brilhar mais uma vez” (parafraseando, O Juízo Final) e certamente os bons vencerão o mal.

Agenor Candido Gomes

Presidente nacional do Partido Capitalista Popular – PCP

www.pcp.org.bragenor@agenor.net.br – 22 992 744 653

Rio de Janeiro, 03/05/2024